Churrasco na quarentena: é agora que você aprende!

Em tempos de isolamento social, a comida "paixão nacional" alimenta e ainda ajuda a viver bons momentos com a família dentro de casa.
1/1

Tirando aqueles estabelecimentos que trabalham com entrega de comida, um dos tipos de restaurantes mais requisitados pelos brasileiros, as churrascarias permanecem fechadas devido ao momento que necessita do isolamento social, como medida de prevenção ao novo coronavírus. Não tem jeito: ao lado do futebol e da cervejinha, o churrasco é mesmo uma das maiores paixões nacionais. Mas, se em tempos de quarentena o aconselhado é não sair de casa, não se preocupe, com a ajuda do gerente de açougue do Supermercado Mateus da Cohama, Raimundo de Jesus, separamos dicas infalíveis que vão desde os temperos das carnes aos acompanhamentos para o preparo do seu churrasco em casa, em família. Papel e caneta na mão, anote aí!

Antes de começar a preparar o seu churrasco lembre-se de higienizar os alimentos aos chegar das compras. Para saber como deve ser feita a higienização de cada produto, acesse este link e confira algumas dicas.

-Escolha da carne

“Não são todos os tipos de carnes que combinam com o churrasco. Entre as diversas opções, a picanha, a alcatra e o contrafilé são algumas das mais interessantes e saborosas”, revela.

-Corte da peça

“O contrafilé pode ser cortado em bifes com cerca de 10 cm de espessura. Já a picanha deve ser assada em peça inteira ou em bifes grossos — ambos com gordura, que não deixa a carne ressecar. No caso da fraldinha, da alcatra e da costela, as peças devem ser assadas inteiras. Lembrando que a costela deve ir ao forno entre quatro e cinco horas antes de ser levada à churrasqueira, para ficar mais macia”, detalha.

-Tempero

“Quando adicionamos outros temperos, o sabor real da carne fica comprometido, perdendo assim o sabor original. Por isso, o sal é o melhor tempero quando o assunto é churrasco”, ensina.


Hora de assar

Após a escolha da carne, corte e tempero chega um dos momentos considerados mais difíceis para algumas pessoas, a hora de assar. Veja com detalhes o que fazer em cada momento:

- O fogo deve estar estabilizado. Para conter as labaredas, nunca jogue água, porque isso faz com que a churrasqueira perca o calor, comprometendo o ponto da carne.

- Com o auxílio de um espeto, espalhe o carvão. Coloque a carne na grelha ou espeto e asse até criar um suco sobre ela. Quando isso acontecer, vire a carne. Quando o suco aparecer também do outro lado, já estará no ponto.

- O espeto deve ficar a 40 cm do fogo, para proteger a carne da alta temperatura e evitar que ela resseque.

- Calcula-se cerca de 600 g por adulto. Desse total, 150 g podem ser de linguiça, 50 g de frango e o restante de carnes variadas. Crianças com até 7 anos costumam comer, em média, de 150 g a 200 g.


Acompanhamentos

Farofa, vinagrete e saladas são ótimos acompanhamentos para um churrasco e devem ser preparados preferencialmente no dia, para garantir o frescor e o sabor.

Para um churrasco o que também não pode faltar são as bebidas. Refrigerante, suco ou cerveja bem gelados são ótimas combinações.