Delícias da Vovó: uma alquimia de sabores e sentimentos!

No Dia dos Avós, conheça mais sobre comida afetiva

1/2

Hoje (26), comemora-se o Dia dos Avós. A data seria uma ótima oportunidade para reunir a família, naquele almoço de domingo. Mas diante do contexto atual, de pandemia, muitos netos não poderão visitar os avós e nem provar as delícias da vovó, aquela comida tão gostosa e preparada com muito amor e carinho.


Os ingredientes principais são os sentimentos e uma “pitada” de tempero caseiro, dando um sabor a mais nas receitas. No universo da gastronomia, é conhecida como ‘Comfort food’(comida afetiva), o termo é uma tendência em todo o mundo, descrevendo aquele tipo de comida que traz aconchego e abre portas importantes para afetividade no cérebro.


A comida afetiva pode ser considerada como uma lembrança da infância, como aponta o sociólogo francês, Pierre Bourdieu, afirmando que é provavelmente nos gostos alimentares que se podem encontrar a marca mais forte e indelével do aprendizado infantil. Nesse sentido, a comida afetiva traz a memória aquela sensação nostálgica de saborear uma comida da época em que era criança, como o mingau da vovó, que só ela sabe  fazer, ou o feijãozinho da mamãe.


No setor de panificação do Grupo Mateus, muitas receitas são inspiradas nos avós, segundo o chef Buíu. No meio da diversidade de doces e salgados, tem até um pãozinho macio e caseiro, que leva o nome de “Pão da Vovó”, além do “Bolo da Vovó”. Uma delícia para acompanhar o café!

Ficou com saudade dos pratos da vovó? Separamos uma receita para você garantir o almoço. Confira!


Galinha caipira com polenta

Ingredientes

1 colher (sobremesa) de manteiga

4 colheres (chá) de farinha de trigo

Galinha caipira

Coxas e sobrecoxas desossadas de 1 galinha caipira temperadas com sal e pimenta-do-reino a gosto

1 fio de azeite

1 colher (chá) de manteiga

¼ de cebola picada

1 cenoura pequena em cubinhos

1 dente de alho com casca levemente amassado com a lâmina da faca

1 xícara (chá) de caldo de galinha fervente

2 galhos de tomilho fresco

1 garrafinha de creme de leite fresco (500 ml)

Polenta

½ xícara (chá) de caldo de galinha

1/3 de xícara (chá) de farinha de milho pré-cozida

¼ de xícara (chá) de creme de leite fresco

1 colher (sopa) de queijo mascarpone

1 colher (sopa) de queijo Parmigiano-Reggiano

1 colher (sopa) rasa de manteiga sem sal derretida e temperada com sálvia picada

Sal a gosto

Modo de Preparo

Derreta a manteiga em fogo baixo e polvilhe a farinha, misturando rapidamente com um batedor de arame (fouet) até amarelar (uns 2 minutos). Reserve.


Galinha caipira

Em uma frigideira, grelhe as coxas e sobrecoxas em 1 fio de azeite até dourarem. Retire e reserve.

Na mesma frigideira, aqueça a manteiga e refogue a cebola, a cenoura e o alho. Adicione o caldo de galinha e o tomilho e deixe levantar fervura. Devolva a galinha à frigideira e deixe cozinhar até amaciar.

Retire as coxas e sobrecoxas e coe o caldo. Leve o caldo de volta à frigideira, junte o creme de leite e o roux e misture rapidamente até engrossar. Reserve.


Polenta

Ferva o caldo de galinha em fogo médio e, mexendo sempre, adicione a farinha de milho. Continue mexendo até cozinhar (uns 10 minutos).

Acrescente os demais ingredientes, misture e retire do fogo.

Monte os pratos com 1 porção da polenta e da galinha com o molho e sirva em seguida.

© 2020 by Takashi Comunicação