Lockdown: “Não precisa preocupação, não vamos fechar e nem vai faltar estoque!”, assegura presidente do Grupo Mateus

Supermercados continuarão abertos e abastecimento está garantido. Como alternativa, consumidores podem usar o app Super e receber compras em casa.

Nenhum supermercado ou qualquer estabelecimento que comercialize alimentos fechará as portas na região metropolitana de São Luís. Isso é o que estabelecem os Decretos do Poder Judiciário e do Governo do Maranhão, publicados quinta-feira (30 de abril) e domingo (03 de maio), respectivamente. Desde então, o que mais se viu foi gente preocupada com o abastecimento das despensas e armários de casa.

 

A corrida aos supermercados, naquele primeiro momento, foi parte motivada pelo fechamento das lojas no feriado do Dia do Trabalho (01 de maio), e parte ocasionada pela interpretação equivocada de algumas pessoas sobre o que vem a ser o lockdown em si. "Não precisa preocupação nem correria aos supermercados. Não vamos fechar, porque somos um serviço essencial, e nem vai faltar estoque. Desde o início desse período crítico no Brasil e no mundo, nós alinhamos com as indústrias e com outros fornecedores uma forte estratégia de fornecimento dos produtos para abastecimento das lojas, em especial, no que se refere aos ítens da cesta básica e produtos hortifrutigranjeiros", assegura Ilson Mateus, presidente do Grupo Mateus.

 

Mas, afinal, o que é lockdown? A expressão em inglês quer dizer “bloqueio total” e tem sido bastante utilizada nesse período de necessário isolamento social, como forma de controle da pandemia do novo coronavírus. Embora a tradução do termo pareça revelar uma medida extrema e radical, o lockdown nada mais é do que uma ferramenta que irá assegurar maior rigor na fiscalização do cumprimento das medidas de saúde e segurança. No Maranhão, o lockdown entra em vigor a partir desta terça-feira (05) e valerá por 10 dias, até o dia 14 de maio.

 

Por serem essenciais na manutenção da vida, os supermercados continuarão abertos, nos mesmos horários em que já funcionam rotineiramente. Nas lojas do Grupo Mateus, as medidas de higiene, que já são efetivas, serão intensificadas. Outras determinações também já são cumpridas, como o acesso de uma só pessoa por família (salvo exceções) e a disponibilização de metade dos carrinhos, cestas e vagas de estacionamento; tudo para garantir que não haja aglomeração. Por enquanto, só o que não irá funcionar dentro do Mateus Supermercados é o Eletro Mateus, cuja operação não é considerada um serviço essencial.

 

Listinha de compras

 

Entre os clientes, há dois tipos bem claros de perfis de consumidores: aqueles que querem estocar alimentos por acharem que os supermercados fecharão as portas, e aqueles que querem comprar um volume um pouco maior que o usual para evitar ao máximo sair de casa. “Para o primeiro caso, basta o entendimento correto do cenário. Já para o segundo, que aliás é uma linha de raciocínio bastante lógica, o ideal é fazer um levantamento do que se tem em casa e do que se vai realmente precisar em um período de tempo específico (em uma semana, por exemplo). Com isso, é só fazer uma lista para evitar esquecimentos e, também, para dar mais celeridade ao momento das compras em si”, sugere Diego Henrique, mestre em Economia da Estácio São Luís.

 

Além da lista de compras, o especialista recomenda que os consumidores façam um cruzamento entre duas informações cruciais: é preciso ver o que tem no armário e o que tem no bolso. “Não adianta querer comprar o máximo de produtos de uma só vez, porque ocasionalmente algo vai acabar ou perecer e você vai precisar voltar a comprar. Além disso, é preciso calcular muito bem os gastos com a alimentação, para evitar problemas financeiros”, alerta Diego.

 

Delivery

 

Quem preferir ficar em casa pode contar com o app Super para fazer as compras. Com poucos cliques, os clientes escolhem os produtos que desejam, fazem o pagamento e, depois, recebem a mercearia. Por meio do aplicativo, os clientes podem comprar o que necessitam e receber as compras em casa ou optar pela retirada no próprio local.


O app “Super” pode ser baixado nas lojas de aplicativos de celulares e tablets gratuitamente e já está disponível em dez lojas, sendo oito em São Luís, uma em Imperatriz (Bernardo Sayão) e uma em Belém (Mix Atacarejo Pedreira). Para ver a lista completa das lojas que contam com o serviço, basta acessar o link: https://www.grupomateus.com.br/lojas-com-app-super/.  

MATEUS E VOCÊ

© 2020 by Takashi Comunicação