Simpatias juninas

Paraenses apostam em banhos de cheiro para atrair sorte, tradição herdada da cultura indígena

Na semana em que se celebra São João, muitos são os fiéis devotos do santo que se preparam para reverenciá-lo à base de muito banho cheiroso. Essa tradição, herdada dos povos indígenas da Amazônia brasileira, mantém-se até os dias atuais, em especial, entre os paraenses. Mesmo com as limitações de distanciamento social, diante da pandemia do novo coronavírus, muita gente tem buscado nas feiras e mercados encontrar ervas aromáticas apropriadas para a simpatia.

 

“Coloquei minha máscara e vim garantir o meu banho. Esse ano a gente tem que pedir pela nossa saúde, não é mesmo?”, contou Rita Martins, aposentada já garantiu a preparação de banho para fazer em casa.

 

As erveiras - como são conhecidas as vendedoras de banhos no Pará - oferecem verdadeiros talismãs para o mês junino. O banho de São João é mais do que especial, garante Dona Socorro: “Aqui tem louro, dinheiro em penca, levante e raiz do sol. Você toma o banho da cabeça pra baixo pensando em São João e vai ter boa sorte o ano inteiro”, assegura a erveira.

 

Os turistas também procuram as simpatias da Amazônia pra levar pra casa. Na barraca da Dona Coló, no tradicional mercado popular Ver o Peso, ela promete banho contra o desemprego e até pra afastar infidelidade entre casais.

 

“Essas ervas são sagradas pra gente, eu aprendi com a minha mãe, que aprendeu com a minha vó. Não é apenas misturar as folhas na água e tomar o banho, tem que ter fé!”, lembra a erveira.

 

Para atrair boa sorte na semana de São João, dá pra fazer o banho em casa. A erveira conhecida como Tia Hilda ensina uma receita com ingredientes que você encontra em qualquer Supermercado Mateus.

 

Banho junino de boa sorte

 

Ingredientes

 

1 litro de água gelada

1 maço de manjericão 

1 maço de alecrim fresco

1 maço de jambu (opcional) 

 

Modo de preparo

 

Macerar todos os ingredientes à mão na água gelada e tomar o banho do pescoço pra baixo, mentalizando boas energias.

© 2020 by Takashi Comunicação